Seja uma torneira pingando ou um cano furado, o vazamento de água nas residências representa prejuízo certo no fim do mês, já que você acaba pagando por isso. Dessa forma, fazer a manutenção dos canos, descargas e torneiras são medidas simples e eficazes, que evitam o desperdício.

Localização: Nem sempre é fácil achar um vazamento, pois a água que vai embora pode ser absorvida pelo terreno ou pela parede, sem que seja percebida. Há, ainda, outros tipos de vazamentos invisíveis, como nas válvulas de descarga, nas colunas de edifícios e nas paredes de cisternas.

Confira algumas dicas que a Águas de Palhoça selecionou para localizar um vazamento em seu imóvel:

TESTE DA CISTERNA – VAZAMENTO EM CISTERNAS DE EDIFÍCIOS

  1. a) Feche o registro de saída da cisterna do edifício;
  2. b) Prenda completamente a boia da cisterna, impedindo a entrada de água;
  3. c) Marque no reservatório o nível da água;
  4. d) Após uma hora, veja se o nível baixou;
  5. e) Em caso afirmativo, existe vazamento na cisterna.

TESTE DO HIDRÔMETRO – VAZAMENTO NO RAMAL INTERNO

  1. a) Mantenha aberto o registro do cavalete;
  2. b) Feche bem todas as torneiras da casa e não utilize os sanitários;
  3. c) Amarre a boia da caixa d’água ou feche o registro da entrada da caixa;
  4. d) Faça a leitura do hidrômetro, anotando os números;
  5. e) Após uma hora, faça novamente a leitura do hidrômetro, verificando se houve mudança dos números;
  6. f) Caso eles tenham se movimentado, é sinal que existe vazamento no ramal interno (após hidrômetro).

TESTE DO PÓ DE CAFÉ – VAZAMENTO NA VÁLVULA OU NA CAIXA DE DESCARGA

  1. a) Jogue pó de café no vazo sanitário.
  2. b) O normal é o pó de café ficar depositado no fundo do vaso.
  3. c) Em caso contrário, é sinal de vazamento na válvula ou na caixa de descarga.
  4. d) Nas bacias cuja saída da descarga for para trás (direção da parede), deve-se fazer o teste esgotando-se a água. Se a bacia voltar a acumular água, há vazamento na válvula ou na caixa de descarga.

TESTE DA CAIXA D’ÁGUA – VAZAMENTO NA INSTALAÇÃO ALIMENTADA PELA CAIXA                   

  1. a) Feche bem as torneiras, chuveiros e registros;
  2. b) Depois trave a boia da caixa d’água e marque o nível da água;
  3. c) Se após uma hora o nível baixar, há vazamento;
  4. d) Em caso afirmativo, existe vazamento na canalização, torneiras ou nos sanitários alimentados pela caixa d´água.

 

TESTE DO COPO

  1. a) Feche o registro do cavalete;
  2. b) Abra uma torneira alimentada diretamente pela rede da Águas de Palhoça (torneira de tanque ou jardim);
  3. c) Aguarde até a água parar de correr;
  4. d) Coloque um copo com água até na borda embaixo da torneira (como mostrado na figura a);
  5. e) Se houver sucção da água do copo pela torneira conforme figura B, é sinal que existe vazamento na rede interna.

IMPORTANTE

Vale salientar que, um vazamento aparentemente pequeno, pode desperdiçar grande quantidade de água. Para você ter uma ideia da importância desses vazamentos no aumento de sua conta, basta citar o exemplo da torneira:

 

  NÃO ESQUEÇA!

Evite valores altos em sua conta de água. Verifique periodicamente suas instalações internas, especialmente em longos períodos de ausência. A responsabilidade pelas instalações internas é do usuário.